Wörthersee – dia 4 (18/05) – O fone de ouvido salvador

dia 4
Acordei as 8:00, felizmente mais um belo dia, me preparei e mais uma vez fui para a fila do barco, dessa vez quando já dava para avistar o ponto de parada, o barco já estava lá, apertei o passo com medo do barco partir antes de eu chegar. Consegui chegar a tempo e o barco, dessa vez um barco menor e ainda mais lento, partiu um pouco depois das 9:00 .


Como eu estava começando a ficar pilhado quando via alguem olhando pra mim e falando alguma coisa com outra pessoa ou de forma aparentemente debochada (mas por eu não ter idéia do que estavam falando não sabia se era só paranóia minha), achei a solução dos meus problemas, fone de ouvido com Wolfmother e Black Keys no máximo, realmente funcionou muito bem e o meu humor foi bem melhor durante todo o dia.
Ao chegar no evento, estava bastante cheio, mas um pouco menos que no dia anterior.
Conheci Nami, Hiroshi e um fotógrafo que não estava muito afim de conversar, 3 japoneses que trabalham para a “af imp”, uma revista japonesa de euro (a qualidade da revista é impressionante), e o Hiroshi é um Sr. que mora na alemanha e era piloto de testes da Honda e da Nissan, conhece nurb como a palma da mão.


Comecei a gravar e consegui captar bastante material rapidamente, o dono de um stand tinha me falado para ir no stand dele as 16h pois iria ter um “sexy car wash”.
Fui para o stand e tinha 3 “modelos” e um formou uma rodinha de gente em volta, mas não com muita gente, provavelmente pelo motivo de que as meninas não era lá grande coisa.
O locutor tentava arrancar alguma reação das pessoas que estavam lá, mas estava bem dificil, uma mulher que estava lá perguntou para o companheiro se não era para aquilo ser sexy, e realmente ela estava certa, o fator sensualidade passou bem longe.
Como já tinha gravado bastante, resolvi encarar a fila do barco das 16:30, o último para Velden, e na hora de embarcar um tripulante falou que o ticket que eu tinha não valia, que era de outra empresa, realmente o ticket era diferente (mas como o preço e o ponto de embarque eram os mesmos, para mim era tudo a mesma coisa), ele berrou para o capitão que estava no andar superior, falou do meu ticket, eles perguntaram para onde eu iria e o capitão mandou eu embarcar.
Cheguei no hotel bem cedo dessa vez, +/- 18h, e pela primeira vez liguei a TV, em um canal estava passando Big Bang Teory, no outro Simpsons, e em outros um programa tipo Zorra Total (aparentemente pior ainda) e algo que poderia ser uma novela ou um filme feito para a TV. Depois fui para o hall para usar a internet, um bom tempo depois desceram alguns kras e ficaram jogando baralho até 1h da matina (queria ver o que a folgada de ontem falaria), eu fiquei escrevendo os posts do blog e separando o material até as 2:00, quando subi para o meu quarto na frente da porta de um dos quartos tinha um cara durmindo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>