Tire as suas conclusões

Algumas pessoas que ficaram sabendo desse caso que tomei conhecimento hoje, falaram  para eu não fazer esse post, pois não adiantaria nada. Mas estou cansado desse tipo de atitude e acho que esse tipo de corja tem sim que ser exposta para quem sabe um dia no futuro a maioria das pessoas criarem um pequeno senso de moral.

No momento estou escrevendo puto da vida, então peço desculpas se algumas frases ficarem confusas ou tiver algum erro no texto, depois eu olho com calma e arrumo.

Vamos aos fatos. Resolvi editar um pouco o post, pois da primeira forma que escrevi acredito que o foco não tenha ficado na parte que realmente importa.

No final do Curitiba Motor Show (12/08/12) , realizei um ensaio durante a noite com o belo Ford 34 do Nene, proprietário da Nene Nhra, para a capa da revista Rod&Custom.

Estiveram presentes no ensaio, Alissom Schefer (representante da Hoosier no Brasil), Roberto Cardinale (editor da Rod&Custom), Nene, …

 

Colocamos o carro no começo da reta do Autódromo Internacional de Curitiba (AIC) e comecei os preparativos do ensaio, optei por realizar o ensaio fazendo Light paint, pois é uma opção que gosto bastante e utilizo há alguns anos.

O Alissom (Hoosier) se mostrou bastante interessado pelas fotos, e perguntou se seria possível fazer uma foto para a Hoosier usar em sua publicidade. Falei que sem problemas, no final do ensaio faria uma foto do carro junto com uma placa de propaganda da empresa e que acertariamos o valor depois, eu estava no meio do ensaio para revista e não queria parar para pensar em valores naquele momento. Ele falou que tudo bem e o ensaio seguiu.

No final do ensaio fizemos o combinado e ele falou que gostou da imagem e finalizamos o dia.

Depois de algum tempo ele entrou em contato comigo solicitando a imagem e o valor.

Respondi o e-mail com uma imagem apenas com um ajuste de cor e informei que o valor seria de R$ 900,00 ( praticamente ridículo para a imagem e uso da mesma). Ele respondeu o e-mail falando que tinha gostado da imagem, mas que por esse valor não seria possível a compra. Respondi que sem problemas e o assunto teria sido encerrado.

Só que hoje ao acessar a página no face da Nene Nhra, ( que aproveitando para deixar bem claro, não tem nenhuma relação com esse caso, pois o Nene apenas disponibilizou o  34 para as imagens e foi super prestativo em todos os momentos ) vi uma publicidade impressa em uma revista com uma foto que até achei que fosse minha quando vi. Comecei a me perguntar como eles teriam conseguido aquela imagem, se eu não tinha enviado o arquivo em alta, mas conferindo os meus arquivos vi que era uma imagem ridiculamente parecida com as imagens do meu ensaio, feita algum tempo depois do meu ensaio.

Já escrevi demais aqui, vou só deixar algumas imagens para que vocês tirem suas conclusões.

O anúncio publicado.

A imagem feita ao final do ensaio, sem ser finalizada e enviada por e-mail.

Uma imagem bruta do ensaio.